Benchmarking nos Açores. Uma visita para recordar!

Da esquerda para a direita: Grão Mestre e Confrade da Confraria do Verdelho dos Biscoitos Dr.Maduro Dias e Paulo Caetano. Dr. Paulo Damásio, Confrade da Confraria dos Vinhos Verdes e Tesoureiro da Federação das Confrarias Báquicas de Portugal. Miguel Mota Paulino e Manuel Machado respectivamente Grão Mestre cessante e Chanceler da Confraria dos Enófilos do Vinho de Carcavelos

Uma delegação constituída por cerca de 25 pessoas representando: AMPV (Ass. Munícipios Portugueses do Vinho); ARVP (Ass. Rotas dos Vinhos de Portugal de Portugal); Ass. Iter Vitis; Rede de Museus do Vinho e FCBP (Federação das Confrarias Báquicas de Portugal) partiu na manhã do dia 10 de abril para os Açores onde, nesse mesmo dia, entre as 15 e as 18 horas, na Academia de Juventude e das Artes da Ilha Terceira I Praia da Vitória, perante numerosa assistência, apresentou  e debateu questões relacionadas com o enoturismo e com as rotas dos vinhos. Presidiu a esta reunião de trabalho o Presidente da Câmara Municipal de Praia da Vitória.

O dia 11 foi dedicado a visitas e a provas de vinho as quais se iniciaram na sede da Confraria do Vinho Verdelho dos Biscoitos onde o seu Grão Mestre – Dr. Maduro Dias – inteirou os presentes das principais preocupações e das necessidades mais prementes desta Confraria. Sublinhe-se que viajaram para os Açores representantes das seguintes confrarias báquicas: Vinhos Verdes, Vinhos do Douro, Vinhos do Dão, Vinho de Carcavelos, Nª Sra. do Tejo e Arinto de Bucelas.

A delegação esteve depois no Museu do Vinho de Biscoitos  – um museu privado – onde foi excelentemente recebida pelo seu proprietário, o carismático Sr. Luís Brum (ver foto) produtor de vinhos e herdeiro da Casa Agrícola Brum, a mais antiga desta zona. 

Terminada a prova de vinhos, seguiu -se o almoço no já icónico “Ti Choa” onde a famosa alcatra da Terceira (acompanhada do verdelho “Magma”)  fez grande sucesso. 

De tarde seguiu-se uma visita às Curraletas dos Biscoitos (ver foto) visita essa que foi guiada pelo Sr. Machado, outro produtor do Verdelho dos Biscoitos (Pedra do Lobo) que expôs com muita clareza , todas as vicissitudes por que tem passado e por que passa actualmente a produção de vinho da casta “verdelho” dos Biscoitos.

Acompanhados pelo Grão Mestre da Confraria do Verdelho dos Biscoitos, a delegação visitou ainda a Adega Cooperativa dos Biscoitos.
No final do dia realizou-se uma reunião com o propósito de se fazer um balanço global sobre tudo o que fora visto e falado.

Terminada a visita na Terceira a  delegação deslocou-se à ilha do Pico onde esteve no município de Madalena. Recebida nos Paços do Concelho pelo seu Presidente (José António Soares) visitou depois o Museu dos Baleeiros, aproveitando essa circunstância para abordar uma vez mais a temática da Rede Nacional dos Museus do Vinho.

Cabe aqui também um agradecimento especial ao município de Madalena do Pico na pessoa do seu Presidente, pela forma como acompanhou e apoiou esta vista tornando-a inesquecível!

Contacto